Queria escrever algo para você. Não sei o porquê, E não sei o que.

Queria escrever algo para você.

Não sei o porquê,
E não sei o que.

Pensei numa prosa,
Que assim como uma rosa,
Pode ser esplendorosa.

Desisti da prosa
E passei então à rima,
Que apesar de dificílima,
Acaba por gerar
Uma bela obra-prima.

Apesar do gênero,
o texto ainda me falta.

Então esse poeta - pseudo poeta,
Deixa apenas um rabisco,
Que indica um sorriso,
Preciso e conciso,
Deixando uma aviso:
Fique bem,
meu bem.

#leblon#prosa#literariamente

Mensagens Relacionadas

IMPOTÊNCIA

IMPOTÊNCIA
Sinto-me constantemente sensibilizado por imagens que não posso mais viver e envolvo-me em pensamentos empoeirados. As visões de ontem compõem um tênue grito de luta; no entanto, o te...

(...Continuar Lendo...)

#bruno_oggione#prosa#literariamente

O MEU POETAR (soneto)

O MEU POETAR (soneto)
Eu poeto porque sou prosa
Brindado no redigir o brado
Trilhando os trilhos do fado
De poesia e alma amorosa
Poeto como quem é atado
Aos versos...

(...Continuar Lendo...)

#prosa#literariamente

(PROSA)

(PROSA)
SENOR. -- Ouça! Meu jovem, vê aquele homem?
JOVIN. -- Sim, o vejo!
SENOR. -- Ele é tão livre que um dia será preso.
JOVIN. -- Preso! ? Mas por qual motivo?
SENOR...

(...Continuar Lendo...)

#ytsuo_yang#prosa#literariamente

A minha prosa é para sonhar

A minha prosa é para sonhar, quem for mais intenso pode até amar, se gostar e querer minha dedicatória é toda para você;
Escrevo minha vida como sonho em poesia fazendo do amor nas minhas prosas...

(...Continuar Lendo...)

#julio_aukay#prosa#literariamente

Já me entreguei em poesias

Já me entreguei em poesias, já me dei em versos
Fiz prosa, cantei poemas...dancei !
Na lua viajei pra te encontrar
Mar atravessei
Para te tocar me fiz música
Corri estra...

(...Continuar Lendo...)

#leonia_teixeira#prosa#literariamente

Brilho Eterno

Brilho Eterno
Em um dourado luar
Da qual já não tenho ciência
Cheios da inocência
De pejos à beira mar
Fez então em um olhar
Todo o brilho que este pode lhe dar
(...Continuar Lendo...)

#ygor_mattenhauer#prosa#literariamente