Toda mancha que esvaeceu da minha boca Toda a

Toda mancha que esvaeceu da minha boca
Toda a prosa colorida que adquiriram de mim
A realidade é em preto e branco
As coisas sentimentais que escrevi
Nunca significaram muito pra mim
Toda relevância impregnada de momentos vividos
Como tais mortos na limiaridade deles
O sonar dissipado num piscar de olhos
submersos em mentes frias
O sangue lacrimejado róseo era só pra segurar sua mão
E nesse desprendimento em busca do vão
Eu cacei por tanto tempo sua ternura
que acabei perdendo a minha.

#victor_estuani#prosa#literariamente

Mensagens Relacionadas

[ Eu Até esperei ]

[ Eu Até esperei ]
O tempo abrir, o sol brilhar,
a tarde chegar, nuvem sorrir.
Relógio correr, pessoa do ônibus descer,
Barco seguir.
Homem correr, Mulher chorar,
Q...

(...Continuar Lendo...)

#gravidez#poema#mario_pires#prosa#literariamente

Prosa Poética: “O caipira João” Thaís Falleiros 21-06-2013

Prosa Poética: “O caipira João”
Thaís Falleiros 21-06-2013
Era uma vez um caipira, bem caipira sô
Humilde e tímido
Mas como diria minha avó, bem afeiçoado
Era Bicho-do-ma...

(...Continuar Lendo...)

#thais_falleiros#prosa#literariamente

Sou de barro

Sou de barro
Não ache que você consegue me entender com meia hora de prosa.
Sou tal qual moringa d’água.
Simples à primeira vista, como uma boa cerâmica, mas quem me vê assim, só que...

(...Continuar Lendo...)

#solange_maia#prosa#literariamente

Dois dedos de prosa

Dois dedos de prosa
As vezes o tempo conta história
que as páginas do destino
não esquecem jamais
E a vida é um pouco de memória,
Pois nem a lembrança
Impõe derrota...

(...Continuar Lendo...)

#douglas_rodrigues_da_silva#prosa#literariamente

(PROSA)

(PROSA)
SENOR. -- Ouça! Meu jovem, vê aquele homem?
JOVIN. -- Sim, o vejo!
SENOR. -- Ele é tão livre que um dia será preso.
JOVIN. -- Preso! ? Mas por qual motivo?
SENOR...

(...Continuar Lendo...)

#ytsuo_yang#prosa#literariamente

Em uma breve prosa lírica com ela, os devaneios das minhas lembranças comendam e me arrebatam a sanidade:

Em uma breve prosa lírica com ela, os devaneios das minhas lembranças comendam e me arrebatam a sanidade:
Ela: Tu és um bom homem,
Eu: Nunca hei de ser.
Ela: Tu és cheio de valiosos ...

(...Continuar Lendo...)

#alpheu_mattos#prosa#literariamente