o amor

o amor, às vezes, é um pássaro ensaguentado, à beira da morte, que encontramos no meio da neve, e perdemos todas as dimensões de tempo e distancia pra cuidá-lo e curá-lo, impensavelmente mesmo que todo sacrifício venha a ser em vão no final…
o amor, às vezes, é uma nuvem negra que surge quando tudo o que precisamos é de chuva forte, e nem sempre nos damos conta do quanto estivemos secos e sem vida em nossas clausuras infecundas, frias e empoeiradas…
o amor, às vezes, é como despertar num domingo de manhã com a preocupação de atraso, e então nos damos conta que está tudo bem, pois podemos ficar quanto tempo quisermos, porque não precisamos sair, pois não há lugar melhor do que onde estamos…
o amor, às vezes, é tão pequeno a ponto de levarmos pra todo canto, e grande o suficiente pra que nossas vidas o orbite sem que venhamos a cair, porque o amor é como um orvalho que salva a flor, e nele se refletem o céu e todas as constelações de andrômeda.

amor é sei lá o quê e nem sei pra onde, nem como, nem bebo, nem cuspo.
apenas me assusto quando chega tombando os trincos, e agarro às cegas, olho, beijo, unho, pra não deixar assim por vir e partir, porque amar também é um rasgo, um bocejo, e entender que nem sempre devemos ter por onde ir.

#annd_yawk#prosa#literariamente

Mensagens Relacionadas

Contato Leal

Contato Leal
o seu sorriso me fez encantar
e o nosso acaso de caso sem nos notar
e vc atoa só para dançar
e mostro que fui feito para amar
O seu corpo todo a me desejar (...Continuar Lendo...)

#marcus_menezes#prosa#literariamente

Apenas mais um texto de amor

Apenas mais um texto de amor ...
Tocados pela mutabilidade da vida repentinamente se perguntaram :
_ Onde será que estaremos num futuro próximo à hora em que o crepúsculo nos toca ?
...

(...Continuar Lendo...)

#gravidez#poema#elisangela_bankersen#prosa#literariamente

Vamos esta prosa analisar, para nela encontrar o que nos leva a poetar... Osculos e amplexos, Marcial

Vamos esta prosa analisar,
para nela encontrar
o que nos leva a poetar...
Osculos e amplexos,
Marcial
COMO PODEMOS DIFERENCIAR PROSA E/OU POESIA
Marcial Salaverry (...Continuar Lendo...)

#marcial_salaverry#prosa#literariamente

VANITAS

VANITAS
Só, em silêncio, a inspiração tímida e fria
Poeta... A prosa sai tremulante e inquieta
Rascunhando a estrofe em uma linha reta
De ilusão secreta, dor e suspiro em agoni...

(...Continuar Lendo...)

#prosa#literariamente

Toda mancha que esvaeceu da minha boca Toda a

Toda mancha que esvaeceu da minha boca
Toda a prosa colorida que adquiriram de mim
A realidade é em preto e branco
As coisas sentimentais que escrevi
Nunca significaram muito p...

(...Continuar Lendo...)

#victor_estuani#prosa#literariamente

Em uma breve prosa lírica com ela, os devaneios das minhas lembranças comendam e me arrebatam a sanidade:

Em uma breve prosa lírica com ela, os devaneios das minhas lembranças comendam e me arrebatam a sanidade:
Ela: Tu és um bom homem,
Eu: Nunca hei de ser.
Ela: Tu és cheio de valiosos ...

(...Continuar Lendo...)

#alpheu_mattos#prosa#literariamente