Frases de Naty Parreiras

Outros Autores

Busca Avançada

AUTO DE PRECIPÍCIO Já não sei viver Sem tua sombra A recortar-me Por entre pares de olhos Meus ouvidos.

AUTO DE PRECIPÍCIO
Já não sei viver
Sem tua sombra
A recortar-me
Por entre pares de olhos
Meus ouvidos.
E eu te ouço
Curto e estancado
Na letra mínima d...

(...Continuar Lendo...)

#naty_parreiras#autodescricao

SEPARAÇÃO DE CORPUS A cor dos meus olhos -serena- Confunde-se com a lua torpe Das incertezas.

SEPARAÇÃO DE CORPUS
A cor dos meus olhos
-serena-
Confunde-se com a lua torpe
Das incertezas.
Não por falta de convicção
- me entenda-
Mas por saber que onde ...

(...Continuar Lendo...)

#poemas#naty_parreiras#incerteza#separacao

Sistema Único de Saúde (SUS) O silêncio

Sistema Único de Saúde (SUS)
O silêncio,
O estrondo,
A festa,
A ressaca,
O silêncio.
O grito,
A dor,
O tratamento,
A doença,
Os sintomas, (...Continuar Lendo...)

#poema#naty_parreiras#concreto#festa

AUTO DE SAGRAÇÃO

AUTO DE SAGRAÇÃO
A liberdade é um céu de espinhos
em nuvens áridas
Secas
Secas
E esparsas.
A liberdade é um nó no linho
E na navalha, o punho...
Pálida,...

(...Continuar Lendo...)

#naty_parreiras#autodescricao

MÚLTIPLA DE TI Meu amor,

MÚLTIPLA DE TI
Meu amor,
Não tome meu zelo como autômato
De quem crê portar o visto
Do que, alheio a tudo,
A tudo viu.
A começar por ti
Estréia concebida apen...

(...Continuar Lendo...)

#apaixonadas#poesias#naty_parreiras

O dia em que o concreto do arquiteto desabou O que sabes de mim Se tens meus versos Mas se a mim, de fato Nunca tivestes?

O dia em que o concreto do arquiteto desabou
O que sabes de mim
Se tens meus versos
Mas se a mim, de fato
Nunca tivestes?
O papel, mentiroso de berço
É um inteiro d...

(...Continuar Lendo...)

#poema#naty_parreiras#concreto#festa
ESTOFO Na glória E à deriva O vínculo simplório Do reencontro É

ESTOFO Na glória E à deriva O vínculo simplório Do reencontro É

ESTOFO
Na glória
E à deriva
O vínculo simplório
Do reencontro
É o que rema a vida.

#gravidez#poema#naty_parreiras#reencontro

masMORRA!

masMORRA!
“ ... Imagine as pessoas vivendo a vida em paz, ninguém precisando matar ou morrer... Você pode dizer que eu sou um sonhador, mas eu não sou o único”
Fobia,
Foge o fôlego ...

(...Continuar Lendo...)

#gravidez#poema#naty_parreiras

Auto-poema-resposta Já perdi a conta de quantas vezes passeei

Auto-poema-resposta
Já perdi a conta de quantas vezes passeei os olhos pelas tuas palavras, violentei, violei e ainda mais, forjei tais vocábulos de despeito. Não compreendo como tuas pequenas m...

(...Continuar Lendo...)

#naty_parreiras#autodescricao
Negação A dignidade dos meus versos é posta à

Negação A dignidade dos meus versos é posta à

Negação
A dignidade dos meus versos é posta à prova
Não hei de merecer que meus pecados sejam documentados
Tão pouco disfarçados nas hipócritas brechas do lirismo.

#dignidade#naty_parreiras#merecer

Ex-quadros Nos quatro cantos das paredes do teu quarto Desfez-se

Ex-quadros
Nos quatro cantos das paredes do teu quarto
Desfez-se o relapso ápice de nossos gatos por lebre
Refez-se a célebre solidão que nos persegue
Em presença contínua e de...

(...Continuar Lendo...)

#poesias#animais#naty_parreiras#estimacao

AUTO DE ANUNCIAÇÃO A vida tem o sonho de bastar-se eterna Mas prossegue finita febril e faltosa.

AUTO DE ANUNCIAÇÃO
A vida
tem o sonho
de bastar-se
eterna
Mas prossegue finita
febril
e faltosa.
E é nessa busca
pelo que jamais haverá de ter lug...

(...Continuar Lendo...)

#gravidez#poema#naty_parreiras#autodescricao

DOMÍNIO Se de me olhar Me enxergasse Não precisaria irromper Vestígios de saudade Extrema.

DOMÍNIO
Se de me olhar
Me enxergasse
Não precisaria irromper
Vestígios de saudade
Extrema.
Em seus olhos
Há poema
Investidas tão torpes
Quanto aní...

(...Continuar Lendo...)

#saudades#naty_parreiras

EXTRAVIO Eu preciso de um poema Forte Inanimado E absolutamente vazio.

EXTRAVIO
Eu preciso de um poema
Forte
Inanimado
E absolutamente vazio.
Eu pressinto um poema
Na liturgia velada do teu jogo de sombras
Posto que sei imenso do...

(...Continuar Lendo...)

#vazio#naty_parreiras
Contracepção O olho versou o pecado da recíproca No mesmo

Contracepção O olho versou o pecado da recíproca No mesmo

Contracepção
O olho versou o pecado da recíproca
No mesmo suspiro confundido de adeus
E lá se foi a dor e a poesia
Sem ao menos virar possibilidade.

#despedida#naty_parreiras

AUTÓTROFO Há cansaço em existir...

AUTÓTROFO
Há cansaço em existir...
Nula,
Desisti de todas as querenças.

Quero regurgitar o veneno
Sistêmico
Do dia a dia
Expor o caos à exceção
...

(...Continuar Lendo...)

#naty_parreiras#cansaco#desisti
Verborragia
Sangra
Em ritmo de samba
A minha poesia

Verborragia Sangra Em ritmo de samba A minha poesia

Verborragia
Sangra
Em ritmo de samba
A minha poesia
Samba
Logaritmo que sangra
Lograr o ritmo que samba
Largar o vício de alforria
(Sangra... Sangria).

#samba#naty_parreiras

Amor que mata

Amor que mata
O impacto de um pacto,
De fardo e pecado,
Pode ser a algema de almas gêmeas,
Sendo negado.
Que força tem o destino,
Quem ousa,
Quem bane,
...

(...Continuar Lendo...)

#amor#alma#pecado#naty_parreiras#gemea#fardo
UL_TRAJE O amor é terno Gravata Compromisso Mas deve ser ternura

UL_TRAJE O amor é terno Gravata Compromisso Mas deve ser ternura

UL_TRAJE
O amor é terno
Gravata
Compromisso
Mas deve ser ternura,
quando não eternidade.

#poema#naty_parreiras#alianca#compromisso

A controvérsia do amor absoluto As pessoas fazem cartas nas despedidas

A controvérsia do amor absoluto
As pessoas fazem cartas nas despedidas.
Mas fiz mais do que cartas,
Coloquei mais do que cartas na mesa.
Te mostrei sem medo o que era e o que q...

(...Continuar Lendo...)

#amor#marido#romanticas#despedida#cartas#poemas#naty_parreiras#despedir#despedidas

FATAL O vazio De tantos corpos - Inelegíveis - Ao acaso...

FATAL
O vazio
De tantos corpos
- Inelegíveis -
Ao acaso...
Qualquer que seja
A desventura
Eu pairo olhos
A disparar sinos de vento.
Eu busco
...

(...Continuar Lendo...)

#vazio#naty_parreiras

SILÊNCIO

SILÊNCIO
Sim
Estou de luto
Mas a luta tem sido tamanha
Que me faltam pulsos
Para quedarem-me os braços.
Sim, eu soluço
Eu divago em vultos
Mas não caio ...

(...Continuar Lendo...)

#luta#luto#naty_parreiras