OESTRUS

OESTRUS
Naquele por do sol inusitado
enterrei os versos
e a prosa deixei de lado
No sangue que banhava as vísceras
a dor do estanque na hora da criação
Como o tato do cego homem
eis agora minha misera condição
Nada mais denota velha e hábil, inspiração
Nem a astúcia, um belo estratagema
porem em meu ser, outro serio dilema
De joelhos rogo aos deuses, iluminação
Arrebatam-me agora, esta ficando tarde
Húmile serva, curvo-me, a alma arde
Permitam-me verter somente, composição

#siomara_reis_teixeira#prosa#literariamente

Mensagens Relacionadas

Moça

Moça,
sua sensualidade é feito o destino, incontrolável, acontece e ponto.
Daqui, vejo sua sensualidade,
nos lábios,
no olhar,
na adorável alça de sua blusa,
que de...

(...Continuar Lendo...)

#amor#destino#marco_paschoal#prosa#literariamente

A Rosa tão rosa Que se desdobra em prosa Da minha vontade incessante Que busca em ti a todo instante Como o baile das pétalas ao vento Um prazer e ternura que são meu intento...

A Rosa tão rosa
Que se desdobra em prosa
Da minha vontade incessante
Que busca em ti a todo instante
Como o baile das pétalas ao vento
Um prazer e ternura que são meu int...

(...Continuar Lendo...)

#virgilio_alvares_da_silva#prosa#literariamente

Não ache que você consegue me entender com

Não ache que você consegue me entender com meia hora de prosa.
Sou tal qual moringa d’água.
Simples à primeira vista, como uma boa cerâmica, mas quem me vê assim, só querendo matar a sede,...

(...Continuar Lendo...)

#poemas#agua#solange_maia#prosa#literariamente

O MEU POETAR (soneto)

O MEU POETAR (soneto)
Eu poeto porque sou prosa
Brindado no redigir o brado
Trilhando os trilhos do fado
De poesia e alma amorosa
Poeto como quem é atado
Aos versos...

(...Continuar Lendo...)

#prosa#literariamente

Não ache que você consegue me entender com

Não ache que você consegue me entender com meia hora de prosa.
Sou tal qual moringa d’água.
Simples à primeira vista, como uma boa cerâmica, mas quem me vê assim, só querendo matar a sede,...

(...Continuar Lendo...)

#poemas#agua#solange_maia#prosa#literariamente

Prosa Nietzscheana

Prosa Nietzscheana
"Quando venço a mania de ser, desnudo meu próprio eu exposto, diante da mais cristalina forma do espelho. Réproba aos sinalizadores das ordenanças das palavras, ando na escuri...

(...Continuar Lendo...)

#prosa#literariamente#brenna_kelley_framos