De forma clara e direta Em prosa concreta Com palavras discretas

De forma clara e direta
Em prosa concreta
Com palavras discretas.

Quero falar de mim!
Sou avessa a rede
Pois, não me sinto peixe.

Sou tímida e retraída
Que adora uma intriga
Sem nenhuma amiga.

Detesto exposição
Armadilha de prisão
Pois, prezo à liberdade
das minhas mãos.

Embora tenha medo
Guardo segredos
Aqui, revelados…
Sem muita opinião
Sou ermitão, amiga da solidão.

Responsável por mim
Não delego a ninguém e a nada
A vida cinza e apagada.

Confesso pensamentos alegres e coloridos
Em lampejos de calor.

Mas, no resumo da história
Sou jardim sem flor! ! !

#isispequena#prosa#literariamente

Mensagens Relacionadas

Amanhece o dia A loucura

Amanhece o dia
A loucura, sorridente e imperativa
Tenta um dedo de prosa
A mostrar-se combalida
Procura fingir-se amiga
Loucura que me engana
no final da noite
(...Continuar Lendo...)

#edsonricardopaiva#prosa#literariamente

Vento

Vento
Sinto a respiração aliviada da noite
O sussurro do vento e seu timbre aveludado
a falar das vidas, de nortes, do pecado
Enquanto fito um sono digno das fadas
Numa m...

(...Continuar Lendo...)

#luciano_calazans#prosa#literariamente

CIRCUNSPEÇÃO

CIRCUNSPEÇÃO
Cuidado com a tua gola!
Que, em uma hora d'essas,
n'essas festas com arestas
nesse aperto, feito sem jeito
se fosse em mim,
apertado assim...
Ai...

(...Continuar Lendo...)

#antonio_montes#prosa#literariamente

[ Eu Até esperei ]

[ Eu Até esperei ]
O tempo abrir, o sol brilhar,
a tarde chegar, nuvem sorrir.
Relógio correr, pessoa do ônibus descer,
Barco seguir.
Homem correr, Mulher chorar,
Q...

(...Continuar Lendo...)

#gravidez#poema#mario_pires#prosa#literariamente

Sou de barro

Sou de barro
Não ache que você consegue me entender com meia hora de prosa.
Sou tal qual moringa d’água.
Simples à primeira vista, como uma boa cerâmica, mas quem me vê assim, só que...

(...Continuar Lendo...)

#solange_maia#prosa#literariamente

Segunda Via

Segunda Via
Quero viver no sonhar
Pois lá você é minha
Onde toda fantasia obtinha
Sem medo de acabar
Realidade imaginada aclarar
Regada a doce molinha
Das lág...

(...Continuar Lendo...)

#ygor_mattenhauer#prosa#literariamente