Sob o nome de leitura

Sob o nome de leitura, concebo coisa muito diferente do que pensa a grande maioria dos chamados intelectuais.

Conheço indivíduos que lêem muitíssimo, livro por livro letra por letra, e que,no entanto, não podem ser apontados como "lidos".
Eles possuem uma multidão de "conhecimentos", mas o seu cérebro não consegue executar uma distribuição e um registro do material adquirido.
Falta-lhes a arte de separar, no livro, o que lhes é de valor e o que é inútil, conservar para sempre de memória o que lhes interessa e, se possível, passar por cima, desprezar o que não lhes traz vantagens, em qualquer hipótese não conservar consigo esse peso sem finalidade.

A leitura não deve ser vista como finalidade, mas sim como meio para alcançar uma finalidade.
Em primeiro lugar, a leitura deve auxiliar a formação do espírito, a despertar as disposições intelectuais e inclinações de cada um.
Em seguida, deve fornecer o instrumento, o material de que cada um tem necessidade na sua profissão, tanto para o simples ganha-pão como para a satisfação de mais elevados desígnios.
Em segundo lugar, deve proporcionar uma idéia de conjunto do mundo.
Em ambos os casos, é, porem, necessário que o conteúdo de qualquer leitura não seja confiado à guarda da memória na ordem
de sucessão dos livros, mas como pequenos mosaicos que, no quadro de conjunto, tomem o seu lugar na posição que lhes é destinada, assim auxiliando a formar este quadro no cérebro do leitor.
De outra maneira, resulta um bric-ábrac de matérias aprendidas de cor, inteiramente inúteis, que transformam o seu infeliz possuidor em um presunçoso, seriamente convencido de ser um homem
instruído, de entender alguma coisa da vida, de possuir cultura, ao passo que a verdade é que, a cada acréscimo dessa sorte de conhecimentos, mais se afasta do mundo, até que acaba em um sanatório ou, como "político", em um
parlamento.
Nunca um cérebro assim formado conseguirá, da confusão de sua "ciência",retirar o que é apropriado às exigências de determinado momento, pois seu lastro espiritual está arranjado não na ordem natural da vida mas na ordem de sucessão dos livros, como os leu e pela maneira por que amontoou os assuntos no cérebro.

Quando as exigências da vida diária dele reclamam o justo emprego do que outrora aprendeu então precisará mencionar os livros e o número das páginas e,pobre infeliz, nunca encontrará exatamente o que procura.

#leitura#adolf_hitler

Mensagens Relacionadas

A leitura é tão importante e útil ao nosso espírito

A leitura é tão importante e útil ao nosso espírito

A leitura é tão importante e útil ao nosso espírito, assim como a luz que nos livra da escuridão.

#leitura #adelmar_marques_marinho

Falando pessoalmente

Falando pessoalmente

Falando pessoalmente, você pode levar a minha arma, mas você só vai levar o meu livro quando arrancar os meus dedos frios e mortos da capa.

#leitura #stephen_king

Torna-se imprescindível criar o hábito da leitura

Torna-se imprescindível criar o hábito da leitura

Torna-se imprescindível criar o hábito da leitura, uma vez que esta, hoje, pode ser vista como artigo de primeira necessidade, todavia, é mister que cada indivíduo desperte dentro de si o interesse em auto instruir-se, para descobrir a força da palavra.

#leitura #inaja_martins_de_almeida

Ler o mundo

Ler o mundo

Ler o mundo, melhora a leitura que as pessoas fazem de você.

#leitura #erlan_ribeiro

A leitura é para o intelecto o que o exercício é para o corpo." (Joseph Addison)

A leitura é para o intelecto o que o exercício é para o corpo."
(Joseph Addison)
"A leitura faz ao homem completo; a conversa, ágil, e o escrever, preciso." (Francis Bacon)
"Uma boa leitura dispensa com vantagem a companhia de pessoas frívolas." (Marquês de Maricá)
"Em muitas... (mais)

#leitura #cimar_correa